12 fevereiro 2019

Faculdade de Dança: Início

Hey, como dito antes, irei falar sobre a faculdade de dança que faço no Instituto Federal de Brasília, se quiserem saber como acontece a seleção e das faculdades que exitem o curso, farei um post/vídeo especifico.
Agora vejam os calouros empolgados (no caso minha turma e incluindo me hahaha), aliás todo calouro é empolgado, porém mal sabem os bichinhos o quão vão penar (hahaha) com os trabalhos e convivência em geral, que por sinal a nossa turma teve que se integrar o mais rápido possível, porque logo de cara tivermos que elaborar uma adaptação do romance "Carmem" (O romance é ambientado em Sevilha, na Espanha, e narra a história de Dom José e a cigana Carmem), do autor Prosper Mérimée, ou seja até o final do primeiro semestre teríamos que criar um espetáculo de uma disciplina (Leitura e Produção de Texto I), mas irei falar com detalhes sobre o espetáculo em um outro post. Além dessa integração entre nós para o espetáculo "Carmem", tivemos que elaborar uma apresentação (de tantas outras por sinal) para o IFestival, um festival que é realizado pelo o 6º Semestre de Licenciatura em Dança no final de todo semestre, a apresentação também foi de uma disciplina (Práticas Integradoras I), que teve como tema "Mangué a Mangá" do Barbatuques, o objetivo era reproduzir essa música em nossos corpos, nossa professora que estava grávida na época, teve que tirar sua licença maternidade, ou seja fizemos toda a criação e ensaios sozinhos (turma), sem nenhum "responsável" presencial nos ensaios (acho que comentarei tudo em um outro post sobre essa apresentação também hahaha e mostrarei o vídeo), a única coisa que ela disse que queria na apresentação era "fragmentar cada instrumento musical que tem na música em grupo/individual e "imitar" o som em movimentos. No fim deu tudo certo. Segui algumas fotos no percorrer do semestre.

Acho que foi a primeira foto da turma, na sala de aula prática.
Cima esquerda pra direita: Lucas Andrade, Gabriela Suzane, Leticia Medeiros, Gisele Boaventura, Deborah Cruz, Adna Machado, Lays Laloop, Enildo Júnior, Isabela Teles, Mateus Santana, Talita Dourado e Mari Paz.
 Baixo esquerda pra direita: Mariana Castro, Emerson Galego, Adriana Pereira, Lari Cezar, Priscila Santos, Ítalo Prado, Carol Alves, Luana Vieira e Jullyana Rigueto.
Nossa turma "era" muito diversa, tanto no estilo de dança, quanto na idade, opiniões e temperamentos, aliás era uma turma com alunos bem jovens entre 18 a 23 anos, só tinha alguns entre 24 a 30 anos.

Nessa estávamos no ônibus indo para uma apresentação no Museu Nacional de Brasilia
Esquerda pra direita: Luana Vieira, Mari Paz, Jullyana Rigueto, Gabriela Suzane, Day Gomes, Deborah Cruz e Adna Machado.
Assistindo a apresentação do Brasil e Dinamarca.
Ítalo Prado, Mari Paz e Luana Vieira


Apresentação na aula teórica de Leitura e Produção de Texto I.


Primeira aula de Fundamentos da Música I.                                                                           Na lanchonete.
Isabela Teles atrás

Mari Paz
No primeiro semestres tínhamos seis disciplinas era; Anatomia, Práticas Corporais I, Leitura e Produção de Texto, Fundamentos da Música I, Fundamentos da Educação, Práticas Integradoras I e Fundamentos da Dança. Foi uma loucura terminar esse primeiro semestre, com tantos trabalhos escritos, trabalhos para apresentar, aulas aos sábados e ainda um espetáculo para ser feito. Tive minha segunda crise de ansiedade em um prova oral, foi tenso, mas conseguir passar.
Mas de tudo foi muito bom, muitos aprendizados foram adquiridos naquela época, aliás nem citei o ano que começamos, foi em 2017. 

Então deixou um xeruu prôceis e até o próximo post.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Não faça na minha casa o que você não gostaria que fizesse na sua".